ponto final

Costumo postergar as últimas páginas de um (bom) livro. Crio alguma expectativa, penso em qualquer lugar sobre aquele instante. Evidente, não considero necessariamente o final de uma obra o seu ápice ou momento mais marcante, mas de alguma forma esse diálogo mais íntimo com o autor se encerra no último ponto. Com barulho de chuva e o sopro macio do vento.